O que um negócio de varejo precisa em TI

O que um negócio de varejo precisa em TI

Há 02 semanas falamos aqui no Blog sobre os Três pilares básicos em TI para o varejo, com o sucesso desse post decidimos nos aprofundar no tema e explorar as tecnologias e processos que enxergamos essenciais e que devem ser aplicadas em qualquer negócio dessa área, de mercados e lojas a distribuidores de produtos.

Veja também o nosso post O que é essencial em TI? sobre tecnologias e processos essenciais na TI de toda empresa.

#1 – Checkouts ou caixas

Vender é a atividade principal de lojas, supermercados, hipermercados e distribuidores, o processo de checkout que é a entrega do produto ao cliente final é um item crítico na estrutura do negócio, um caixa fora do ar, acesso à internet ruim e servidor ou rede instáveis pode gerar grandes transtornos para os consumidores colocando em risco a reputação do nosso cliente, por isso definimos como essencial:

  • Todos os caixas (checkouts) devem estar 100% operacionais.
  • Em todas as lojas (incluindo filiais), deve-se manter 01 conjunto básico de vendas (computador, impressora e periféricos) como backup, pronto para substituição imediata.
  • 02 links de internet redundantes por loja, as transações de pagamento são processadas via internet, é constrangedor formar uma fila no balcão de atendimento (fiscais de loja ou frente de caixa) para fazer o pagamento na maquininha.
  • Servidor reserva ou redundante configurado e equipado para substituição emergencial em qualquer uma das lojas.
  • É importante, para agilizar a entrega do serviço, o suporte de TI ser capaz de instalar softwares e dispositivos (scanner, pinpad, balança, teclado e impressora) nos caixas, deixando-os prontos para o uso.
  • Redundância elétrica (nobreaks e UPS) para caixas, rede, internet e servidor.

#2 – Confiança no suporte

Sabemos que por mais completa, moderna e afinada esteja a estrutura de TI, surgirão problemas no dia-a-dia do cliente, por isso o atendimento precisa ser rápido e eficaz, essencial para negócios de varejo:

  • Equipe com técnicos e atendimento de plantão via telefone, remoto ou presencial para chamados fora do horário comercial incluindo finais de semana e feriados, normalmente o maior movimento de uma loja ou supermercado é fora do horário comercial.
  • Atendimento remoto a toda a estrutura de TI incluindo caixas e servidores, privilegiando a rápida solução.
  • Monitoramento da saúde do hardware em servidores e caixas, para que defeitos não peguem o cliente desprevenido.
  • Atendimento coordenado e harmonizado com todos os fornecedores de TI do cliente, solicitações referentes a sistemas internos (CRM, ERP, Tef, Transmissor Nfe etc.), equipamentos como balanças, impressoras, relógios ponto, câmeras e serviços como e-mail ou internet, devem passar pelo suporte em TI afim de agilizar o processo e registrar tudo.
  • Conhecimento em sistemas de RH e contabilidade como CAGED, RAIS, Conectividade Social, SEFIP e certificação digital, importante para empresas com essas áreas internas não terceirizadas.
  • Tempo de resposta para atendimento a problemas inferior a 30 minutos e com alta taxa de solução no primeiro contato.

#3 – Segurança e alta tecnologia

A tecnologia evolui diariamente trazendo novos recursos, redução de custo, otimização em processos e facilidade na utilização, por isso deve-se levar aos clientes:

  • Conexão segura entre a matriz e as lojas, transmitindo informações financeiras e administrativas em canais protegidos, recomenda-se a tecnologia VPN, mais moderna e confiável que a tradicional conexão remota.
  • Internet é essencial para o SiTef (pagamento de cartões), por isso deve haver controle no uso da internet.
  • A automação é forte nesse negócio, coletores WiFi conectando-se direto ao servidor, balanças atualizadas via WiFi, checkout totalmente integrado etc., a tecnologia deve sempre trabalhar a favor do negócio.
  • Backup automatizado e gerenciado salvo localmente e em nuvem de todos os servidores e seus conteúdos, com planos de contingência e rápida restauração em casos de desastres.
  • Acesso a todas as câmeras das lojas em uma central de monitoramento.
  • WiFi para clientes via check-in na página social do cliente, sempre com controle sobre o que é acessado na internet e separada da rede interna.

#4 – Gestão em TI

É importante não ficar apenas no suporte, negócios desse porte precisam de gestão em TI:

  • Planejamento e investimento programado em tecnologia para a TI não ficar obsoleta.
  • Relatórios sobre os serviços executados e reuniões para alinhar estratégias e ações de TI para acompanhar o crescimento do negócio. 

Se o seu negócio está descoberto em TI, entre em contato conosco, somos especialistas em tecnologia para varejo e teremos prazer em levá-lo ao próximo nível.

Atualizado em 20/08/2018 às 17:22.

Referências

  1. Marketing Digital para o Varejo – SatMarket. Acessado em 18/09/2017.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será divulgado.