Desempenho e vida útil de um HD (Parte 2)

Desempenho e vida útil de um HD (Parte 2)

Na segunda e última parte falaremos sobre a vida útil do HD, na primeira discutimos como as especificações interferem no funcionamento do mesmo, se você não leu confira aqui.

Vida útil

Com durabilidade e desempenho muito maiores, os discos SSD são uma boa opção frente aos discos rígidos tradicionais, o problema é quando o ambiente requer armazenamento superior a 1 TB, nesse caso a diferença entre os dois é considerável levando o HD a escolha mais óbvia, tornando-o ainda muito utilizado.

Por ser composto de partes mecânicas, como o motor de rotação (similar aos usados nos coolers) e braços de leitura (parecido com tocadores de vinil), é de se esperar que o HD dê problemas em um determinado tempo. Por isso os fabricantes fornecem três informações para monitorar a validade de um HD: service life, MTBF e Start/Stop Cycles.

Service life é o tempo de utilização recomendado pelo fabricante, ou tempo de vida útil, normalmente é de 05 anos, refere-se sempre ao tempo que o HD ficará em funcionamento/ligado.

MTBF, do inglês mean time between failures ou tempo médio entre falhas, significa a probabilidade de um HD dar problema antes do fim de sua vida útil. Exemplo, para um HD com MTBF de 600.000 horas e life time de 05 anos, há 1,4% de chance de apresentar problema dentro desse prazo.

Finalizando temos o Start/Stop Cycles, que diz respeito ao número de ciclos de desligamento que o dispositivo suporta, lembrando que além do desligamento, a hibernação do HD também conta como ciclo. Os HDs atuais suportam em torno de 50.000 ciclos, como um servidor tem poucas reinicializações durante o uso, normalmente para aplicar atualizações de segurança ou manutenções preventivas, essa característica deve é mais observada em desktops, notebooks e worstations.

Em um estudo com testes reais de HDs em pleno uso feito pela Backblaze, especializada em datacenters e servidores, constatou-se que nos primeiros 18 meses um HD tem 5,1% de chance de apresentar defeito, depois de 03 anos a chance aumenta para 11,8% e em 04 anos, apenas 80% sobrevivem. Lembrando que isso são números obtidos em testes com vários dispositivos, isso pode variar para cada disco.

Como atuamos

Recomendamos o monitoramento constante do HD em servidores, após 04 anos programar a troca e após 05 anos, obrigatoriamente substituí-lo. Leia nosso post Cuidado com o HD do servidor.

Lembrando que a instalação de um novo HD enquanto o antigo ainda está operacional e funcionando é muito mais rápida e fácil. Basta usar a clonagem de disco para que o HD novo fique operacional e com o mesmo conteúdo do disco anterior, sem precisar formatar ou reinstalar programas e configurações (Clonagem de Disco ou Backup de Imagem).

A HF monitora o HD de todos os servidores de nossos clientes, além disso trabalhamos com os nossos clientes para a troca preventiva do HD em estações críticas. Se você precisa de um suporte em TI com mais tecnologia, uma visão menos reativa e mais pró-ativa, entre em contato conosco agora mesmo, somos especialistas em TI para pequenas e médias empresas.

Referências

  1. Alecrim, Emerson. Quanto tempo os HDs atuais costumam realmente durar? Esta empresa tratou de descobrir – Tecnoblog. Acessado em 30/10/2017.
  2. Ciriaco, Dougals. 5 sinais de que a vida útil de seu disco rígido está chegando ao fim – Canaltech. Acessado em 30/10/2017.
  3. E. Morimoto, Carlos. Como um HD funciona – Hardware, o Guia Definitivo – Hardware.com.br. Acessado em 30/10/2017.
  4. Padrão, Márcio. Qual o prazo de validade de um HD? Cuidado, ele pode expirar – UOL. Acessado em 30/10/2017.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será divulgado.