Servidor físico ou armazenamento em nuvem?

Servidor físico ou armazenamento em nuvem?

Você ou sua empresa estão pensando em ir para a nuvem? Estão pensando em trocar o servidor, viram o preço e estão cogitando migrar tudo para a nuvem?

A tecnologia de nuvem (cloud) está em alta nos últimos anos, já provou que veio pra ficar e é utilizada em uma infinidade de serviços, além de tudo isso a tendência é que substitua ainda mais serviços hospedados em máquinas físicas.

Visando um ambiente com compartilhamento de arquivos e pastas, elaboramos uma publicação listando vantagens e desvantagens de uma solução tradicional com um servidor físico e outra em ambiente cloud utilizando o produto OneDrive for Business.

Servidor físico

Prós:
  • Sem custo mensal.
  • Bloqueio do arquivo quando está aberto por algum usuário/equipamento impedindo duplicidades.
  • Pode-se instalar um ou mais sistemas internos utilizados pela empresa, como um sistema de processos jurídicos, CRM, ERP, estoque etc., compartilhando esses sistemas em uma rede local ou até remotamente.
Contras:
  • Custo alto de aquisição.
  • Custo de energia elétrica pra manter o servidor, hoje um servidor de entrada consome aproximadamente R$70,00 de energia elétrica.
  • Para acesso remoto é necessário configurar VPN, aqui recomenda-se suporte técnico especializado.
  • Necessita no-break e infraestrutura de rede disponível no local.
Custos e tempo de vida:
  • Aquisição: aproximadamente R$5.500,00, um servidor Lenovo/Dell/HP com Windows Server 2016 que comporte compartilhamento de pastas e arquivos, 03 sistemas de rede e até 25 usuários.
  • Implantação: aproximadamente R$3.000,00, dependendo dos recursos a serem utilizados e da quantidade de usuários.
  • Recorrente: opcionalmente pode-se contratar Backup de Arquivos em Nuvem Gerenciado ao custo mensal de R$59,00 variando conforme o volume de arquivos.
  • Vida útil: aproximadamente 09 anos, degradação do disco rígido, defasagem de hardware e fim do ciclo de vida do Windows Server são fatores que contribuem para este prazo.

Armazenamento em Nuvem

Prós:
  • Custo zero de aquisição.
  • Pode-se dispensar uma ferramenta de backup e utilizar o recurso de retenção do sistema em nuvem (porém isso não substitui o backup).
  • Espaço de 1 TB para armazenamento por usuário no plano básico, no plano superior o armazenamento é ilimitado.
  • Acesso fácil via web, smartphones e tablets.
  • Fácil integração com outros recursos de nuvem como e-mail.
Contras:
  • Custo mensal sobe conforme aumenta-se a quantidade de usuários.
  • O foco da solução é exclusivo para compartilhamento e colaboração em arquivos, não permite instalar um sistema interno.
  • Para equipes acima de 05 usuários podem ocorrer erros de duplicidade, mas que podem ser corrigidos.
  • Não suporta arquivos acima de 15GB.
Custos e tempo de vida:
  • Aquisição: não há, trata-se de um serviço do tipo assinatura mensal.
  • Implantação: aproximadamente R$2.000,00, dependendo da quantidade de usuários.
  • Recorrente: R$19,40 usuário/mês pagando anualmente a assinatura OneDrive for Business Plano 1, direto com a Microsoft.
  • Vida útil: não há, serviço em nuvem sem prazo de validade, funciona enquanto a assinatura estiver ativa e pode ser facilmente escalado (aumento de espaço e usuários).

Conclusão

Ambos os serviços contam com recursos como versionamento, permissões de acesso (além do padrão Leitura, Acesso Completo e Acesso Negado) e amplo espaço de armazenamento (no mínimo 1 TB), porém cada um cobre um determinado cenário de aplicação.

Se o negócio exige que os dados estejam localizados fisicamente em um endereço conhecido, então a solução é um servidor físico. Se mesmo assim é necessário compartilhar pastas e arquivos via internet e acessá-los facilmente, é possível com recursos de terceiros e acesso via VPN fazer esse compartilhamento.

Se ainda a sua empresa tem ou deseja contar com um sistema interno, que não seja em nuvem, um servidor físico provavelmente será a melhor escolha. Até é possível colocar esse sistema em nuvem através de um servidor virtual, porém aqui será necessário suporte de uma TI especializada para preparar o ambiente e auxiliar na configuração dos acessos.

Agora, se a única necessidade é compartilhar pastas e arquivos de trabalho de uma maneira mais fácil, ágil e barata, sistemas de arquivo em nuvem são a escolha ideal. Hoje há dezenas de fornecedores: OneDrive da Microsoft, Google Drive e Dropbox são apenas alguns nomes, aqui na HF somos especialistas na solução OneDrive for Business.

Normalmente implantamos a nuvem em equipes pequenas (até 25 usuários), casos específicos como acessos remotos de trabalhadores ou equipes externas e ainda empresas novas (startups). Funciona tão bem que em 2017 aqui na HF, migramos de um servidor físico para o OneDrive for Business, hoje nosso servidor fica desligado 🙂 ligamos apenas para testes.

Seja em nuvem ou servidor físico, nosso conselho é nunca esquecer da nuvem. Para uma visão geral sobre o OneDrive for Business, temos uma publicação exclusiva para o assunto, confira: OneDrive for Business: Prós e Contras.

Se você ou seu negócio precisa de ajuda para passar a utilizar a nuvem, entre em contato conosco agora mesmo. Temos qualificação Silver na competência Microsoft Small and Midmarket Cloud Solutions.

Referências

  1. OneDrive for Business – Planos e preços – Office 365. Acessado em 20/07/2018.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será divulgado.