O que são os 5 S (ou Five S) da segurança WiFi?

O que são os 5 S (ou Five S) da segurança WiFi?

Ao avaliar uma solução de segurança WiFi, a Forrester Research aconselha o uso do conceito “The Five S”, ou os 5 S que são Scalable, Shared, Simplified, Standardized e Secure, traduzindo: escalável, compartilhada, simplificada, padronizada e segura.

A compra de soluções de TI pensando apenas no ponto de acesso mais rápido (AP) ou no aparelho com arquitetura 802.11ac mais barato é uma péssima ideia. A procura de soluções sem fio para um determinado negócio pode ser assustadora devido a um volume enorme de arquiteturas e diversas marcas no mercado, por isso a Forrester recomenda que você procure uma solução que contemple os 5 S, vamos explicar cada um deles.

Veja a baixo o quadro para analisar rapidamente a segurança WiFi com base nos 5 S logo depois vamos diretamente a cada termo que compõe os 5S.

5 STerminologiasNecessidades Técnicas
Fonte: The Forrester Wave™: Wireless Local Area Network Solutions, Q3.
Escalável ScalableFlexível e resiliente- Apoiar uma variedade de ambientes de conexão, condições, dispositivos, aplicativos e usuários com uma infinidade de opções de software, hardware e protocolo.
- Modelo de custo linear e arquitetura.
Compartilhado SharedUnificado, aberto e programável- Construído para multi-organização com usuários e serviços diferenciados.
- Recursos compartilhados com profissionais de negócios, outras equipes e sistemas.
- Gerenciado através de um único painel.
Simplificado SimplifiedAutomatizado- Interfaces simples e intuitivas.
- Autoconfiguração.
- Tutoriais e modelos padronizados para aplicativos e elementos de negócio.
Padronizado StandardizedUnificado, aberto e programável- Uso de interfaces padronizadas.
- Tudo integrado.
- Procedimentos e processos padrões para usuários móveis e administradores.
Seguro SecureSeguro- Controles de rede e aplicativo integrados, identidade e dados superpostos.
- Gerenciamento como um fluxo de trabalho, nem uma simples tecnologia.

#1 – Escalável (Scalable)

É importante escolher um fornecedor que forneça uma variedade de pontos de acesso e aparelhos para fornecer acesso sem fio para o seu negócio. Normalmente modelos de nível de entrada oferecem uma solução econômica para muito pequenas, enquanto pontos de acesso de alto desempenho mais dispositivos firewall  que suportem o padrão 802.11ac oferecem a mais recente tecnologia para as mais altas exigências. É importante que a marca escolhida cubra todas as tecnologias e necessidades.

#2 – Compartilhado (Shared)

Um controlador sem fio integrado permite aos administradores monitorar e alterar as políticas de segurança centralmente para pontos de acesso em todo a rede da empresa. Essas tarefas podem ser tratadas pelo mesmo administrador que gerencia o appliance de gateway de segurança. Nenhum especialista dedicado ou treinamento específico deve ser necessário. Para garantir que não haja intervenção técnica ao configurar um novo acesso, pode-se de maneira simplificada distribuir vouchers ou códigos para liberar acesso a internet através de um portal.

#3 – Simplificado (Simplified)

Um bom painel pode simplificar o gerenciamento de segurança WiFi, quando novos pontos de acesso sem fio são ativados, eles aparecem automaticamente no painel central, podendo ser ativados em questão de minutos. Em uma rede remota, a ida de um técnico da TI não deve ser necessária, todas as redes de segurança e sem fio mais os dispositivos devem ser gerenciados remotamente a partir do ponto central.

#4 – Padronizado (Standardized)

A integração com o appliance de segurança da rede também disponibiliza um firewall de próxima geração com capacidade para tráfego sem fio. Por exemplo, a largura de banda e os controles de qualidade de serviço podem ser implementados para dar prioridade aos aplicativos críticos para o negócio e acelerar a largura de banda para esses recursos Usando o appliance firewall, a autenticação fornecida por um servidor Windows com Active Directory pode ser usada ​​para fornecer acesso mais simples.

#5 – Seguro (Secure)

Outra necessidade é que todo o fluxos de tráfego sem fio em ambas as direções passem pelo firewall, assim a rede local é protegida com sistemas anti-invasão, antivírus e antispam. O suporte de TI pode monitorar eventos de segurança e reagir rapidamente a padrões suspeitos. Os dispositivos sem fio recebem o mesmo nível de segurança daqueles conectados fisicamente à rede.

Esperamos que você tenha gostado do conceito Five S para segurança WiFi, qualquer dúvida nossa equipe encontra-se à disposição, venha tomar um café conosco!

Referências

  1. The Dos and Don’ts of Using Public Wi-Fi – Norton UK Blog. Acessado em 09/04/2017.
  2. The Forrester Wave™: Wireless Local Area Network Solutions, Q3 2014 – Forrester Research. Acessado em 08/04/2017.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será divulgado.