Guia sobre como escolher o scanner ideal

Guia sobre como escolher o scanner ideal

Já fizemos há alguns meses uma publicação com um Guia sobre como escolher a impressora ideal, nela falamos sobre várias especificações e tecnologias presentes em impressoras e multifuncionais. Hoje o foco será somente scanners, ou digitalizadores de imagem, são equipamentos cuja única função é a digitalização de fotos e documentos.

Muito utilizados em escritórios de advocacia, hoje os scanners evoluíram muito em relação aos seus antecessores de 01 década atrás. Se antes nós tínhamos equipamentos de tampa ou mão, lentos, grandes e com péssima qualidade, ou scanners de mão, muito sensíveis a qualquer vibração, hoje há produtos robustos, com bandeja automática e muito evoluídos, o foco desse post serão os scanners de mesa e com bandeja automática.

Scanner antigo

Scanner de mão

Capacidade de bandeja e volume diário

Digitalizar 50 folhas de uma só vez é suficiente? Esse já é um volume encontrado em equipamentos de entrada e costuma ser suficiente.

Outra característica a se verificar é o volume diário suportado, assim como as impressoras tem o chamado ciclo de trabalho recomendado, scanners tem a mesma característica, ela indica a capacidade recomendada de digitalização que não exija em demasia os mecanismos do equipamento. Scanners de entrada suportam até 2.000 folhas diárias, acima disso deve-se buscar equipamentos mais robustos, por exemplo um scanner com ciclo de 6.000 páginas custa no mínimo 3x mais.

Conectividade via rede

Com a conectividade via WiFi vários computadores e notebooks da redes podem utilizar o scanner, o equipamento não precisa ficar vinculado via cabo USB a apenas 01 computador. Equipamentos com esse recurso são aproximadamente 30% mais caros, porém agregam outros recursos também.

Velocidade de digitalização

A velocidade de entrada nesses equipamentos é de 25 páginas por minuto em qualidade padrão (200 dpi, não muito alta e nem muito baixa) em simplex (frente ou verso). Se compararmos com equipamentos multifuncionais (impressora, scanner e copiadora) a velocidade costuma ser 2x maior.

Para ter uma velocidade maior, considere gastar no mínimo 100% a mais em um equipamento mais rápido.

Digitalização frente e verso

A tecnologia duplex é muito importante nos dias de hoje, com ela o scanner digitaliza automaticamente as duas faces da folha (frente e verso). Além disso é interessante que o arquivo PDF gerado da digitalização seja do tipo pesquisável e que a velocidade para gerar o arquivo não seja afetada por isso. Arquivos com o conteúdo pesquisável é um recurso interessante para arquivamento e pesquisa de conteúdo (texto) dentro dos documentos em formato PDF.

Conclusão

Recomenda-se pensar no dia-a-dia da digitalização, considerar os itens acima e encaixar dentro do orçamento disponível, deve-se também verificar a compatibilidade do produto (hardware e software) com os equipamentos que irão utilizar, normalmente todos suportam Windows 7, 8.1, 10 e Mac OS X.

Por último, sempre comprar de um fornecedor confiável que garanta o período de garantia junto ao fabricante. Se tiver dúvidas ou necessitar auxílio para escolher o produto ideal, entre em contato conosco, teremos prazer em ajudá-lo.

Referências

  1. Free image of old handscanner – FREEIMAGES. Acessado em 08/03/2018.
  2. Pedro & Sybil – Assemply. Acessado em 08/03/2018.
  3. Scanner – Tecnologia Gráfica. Acessado em 08/03/2018.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será divulgado.