Discussão sobre Exchange Online e Exchange On-Premises

Discussão sobre Exchange Online e Exchange On-Premises

Em toda empresa, conectividade e comunicação são de grande importância. Famoso na área de TI, o Exchange da Microsoft continua sendo a principal escolha para empresas que buscam uma plataforma de mensagens completa.

Existem dois tipos de soluções Exchange: hospedadas localmente e em nuvem. Porém muitas organizações encontram dificuldade na escolha do melhor caminho, a principal razão é não conseguir comparar as versões Online (em nuvem) e a On-Premises (local). No artigo de hoje vamos contrastar os principais recursos oferecidos por cada versão e destacar os benefícios de cada uma, ajudando-o a tomar a melhor decisão.

Perguntas básicas

O MS Exchange é um produto amplamente evoluído, experimentado e utilizado por uma variedade de organizações em vários setores. No entanto, é importante notar que cada empresa tem os seus detalhes, por isso antes de pesar os prós e contras é interessante responder as seguintes perguntas:

  • Qual é o custo atual de propriedade além dos custos de atualização de hardware e software?
  • Em que tipo de ambiente a empresa opera?
  • Qual é o cronograma do projeto?
  • O controle administrativo é uma parte crucial do projeto?
  • A empresa está começando do zero ou já tem uma infraestrutura local pré-existente?
  • Que finalidade a empresa pretende cumprir usando o Microsoft Exchange? Ele é necessário apenas para agendamento ou envio de mala direta ou será usado para facilitar a colaboração e o compartilhamento entre colegas usando ferramentas como o Lync Online e o Teams?

Comparativo Exchange Online X On-Premises

Com as respostas para cada uma dessas consultas, vamos avaliar os dois modelos com com base em seus recursos.

Conjuntos de Recursos e Atualizações

Os benefícios do Exchange Online vs. On-Premise variam. As organizações modernas precisam ter o software mais atualizado para acompanhar a concorrência, e o Office 365 Exchange pode ajudar as organizações a se manterem atualizadas. Com o Exchange Online, as empresas podem aproveitar as atualizações automáticas via O365.

No entanto, no caso da versão MS Exchange On-Premises, a sua empresa detém a responsabilidade de executar atualizações de software e hardware manualmente de acordo com a sua programação. É importante destacar aqui que o Exchange On-Premises pode não receber uma versão mais recente além de 2016.

Disponibilidade

A alta disponibilidade do Exchange Online é garantida por um SLA de 99,9%. A acessibilidade do Exchange On-Premises, no entanto, está sujeita a disponibilidade do servidor,  infraestrutura existente e estratégias para recuperação de desastre – o que significa que é totalmente dependente da equipe de TI da empresa.

Armazenamento

Para as assinaturas Enterprise E1 e E3, o Office 365 Exchange Online fornece caixas de correio com capacidade de 100 GB. No entanto, com o Exchange On-Premises, você pode definir cotas de caixa de correio de acordo com seus requisitos organizacionais, sendo limitadas pela capacidade de armazenamento em disco rígido do servidor.

Custo

Em termos de custo, o Exchange Online é bastante flexível cobrando licenças por usuário. Se optar pelo Exchange On-Premises, terá a responsabilidade de organizar e manter o servidor Exchange e o hardware do servidor, além de adquirir as Licenças de Acesso para Cliente.

No entanto, a partir de uma perspectiva de longo prazo, as despesas de implementação do Exchange Online podem exceder a manutenção do On-Premises. O principal fator a pesar é quanto tempo você planeja manter seus servidores locais. Por exemplo, se você planeja manter seus servidores Exchange locais por 10 anos e atualizá-los a cada três anos, provavelmente pagará bem menos do que no Exchange Online.

Pastas Públicas

O Exchange Online agora oferece suporte a pastas públicas, mas você pode encontrar problemas ao tentar obter pastas públicas herdadas para pastas públicas modernas no armazenamento em nuvem. Embora muitas empresas ainda façam isso porque a migração de pastas públicas para a nuvem exige excesso de tempo e recursos, o armazenamento de pastas públicas no local apresenta certos riscos.

Anti-Spam e Anti-Malware

Se você estiver explorando os benefícios do Exchange Online vs. On-Premises dessa perspectiva, o primeiro leva a vitória com seus recursos integrados de filtragem de spam e malware, enquanto o segundo usa filtros de terceiros para combater o spam.

Segurança

Como um provedor de nuvem, a Microsoft investe significativamente em segurança para que você tenha tranquilidade quando se trata de seus serviços de TI. Assim, escolher o Exchange Online significa um risco reduzido de perder dados de e-mail.

Se você selecionar Exchange On-Premises, seu departamento de TI será completamente responsável por manter seu sistema Exchange 24 horas por dia, incluindo redundância energética, firewalls de segurança e dependendo um ambiente climatizado, isso tudo gera também custos.

Gestão e Controle

Se você estiver em busca de maior controle administrativo sobre sua infraestrutura, o Exchange On-Premises é a escolha certa para você, pois sua versão concorrente oferece menos recursos na frente administrativa.

Aplicativos de terceiros

Determinados aplicativos herdados e programas ou protocolos habilitados para e-mail de terceiros podem não ser compatíveis com o Office 365. A Microsoft recomenda o uso de MAPI e as versões mais recentes de navegadores suportados para a melhor experiência. O Exchange On-Premises supera seu rival em relação a esse recurso, já que ele provou ser mais flexível para fins de integração no mesmo ambiente de servidor.

Migração

A migração é outro recurso importante a ser considerado na batalha entre o Office 365 e o Exchange On-Premises . Embora o processo de migração para o Exchange Online no Exchange On-Premises seja desafiador, ainda é a opção mais viável para evitar a escalada de problemas de compatibilidade no futuro.

Conclusão

Em última análise, isso depende das metas e tarefas organizacionais da empresa. De uma perspectiva mais ampla, o Exchange Online leva a vitória sobre o Exchange On-Premises quando se trata de recursos e funcionalidades, mas o Exchange On-Premises pode ser uma solução eficaz para gerenciar projetos específicos em empresas médias.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será divulgado.