Diferenças entre Continuidade de Negócio e Disaster Recovery

Diferenças entre Continuidade de Negócio e Disaster Recovery

Recentemente explicamos a diferença entre Arquivamento e Backup, também já comparamos Disaster Recovery (Recuperação de Desastres) e Backup, hoje vamos comparar um plano de Disaster Recovery com um de Continuidade de Negócio.

Pode ser fácil supor que a continuidade dos negócios e a recuperação de desastres são sinônimos para a mesma coisa, afinal são conceitos relacionados, porém ferramentas, processos e objetivos associados à recuperação de desastres e à continuidade dos negócios variam significativamente.

Neste artigo vamos discutir as diferenças e explicar sobre como criar uma solução de recuperação de desastre que atenda às necessidades de continuidade de negócios.

O que é continuidade de negócios?

Continuidade de negócios refere-se à capacidade de uma empresa continuar operando durante ou após uma interrupção inesperada. As interrupções incluem eventos como a perda de energia em um data center, a perda de dados como resultado da falha de um disco ou um ataque cibernético tornando os servidores temporariamente indisponíveis.

A continuidade de negócios pode envolver todo o negócio ou apenas parte dele. Se os arquivos de um departamento forem perdidos, isso cria um desafio de continuidade de negócios para esse departamento que deve ser resolvido, mesmo se outras unidades da organização não forem afetadas.

Alcançar a continuidade dos negócios requer a definição de políticas e estratégias que são projetadas para ajudar a minimizar o risco de interrupções, bem como identificar e avaliar as maiores áreas de risco para a operação do negócio. O estabelecimento de um plano de continuidade de negócios também é importante para lidar com interrupções quando elas ocorrem.

Testes periódicos das estratégias de continuidade garantirão que as políticas e o plano de resposta que uma organização tem em vigor permaneçam suficientes para suas necessidades de continuidade de negócios.

O que é recuperação de desastre?

A recuperação de desastre é o processo de restaurar dados e sistemas para um estado operacional normal após uma interrupção. Requer ferramentas de software, infraestrutura de hardware e equipe técnica. Os backups de dados de rotina são essenciais para a recuperação eficiente de desastres, assim como a implementação dos processos e da infraestrutura corretos para restaurar os dados após um desastre.

Continuidade X Recuperação

A continuidade de negócios e a recuperação de desastres são semelhantes, pois ambos são importantes para proteger uma empresa contra eventos inesperados que podem impedir sua operação normal e, em última instância, destruir a organização, porém são conceitos distintos, podemos dizer que a recuperação de desastres fornece a base da continuidade dos negócios.

No entanto, alcançar a continuidade dos negócios requer mais do que apenas recuperação de desastres. A recuperação fornece a infraestrutura, as ferramentas e os processos necessários para garantir que os dados sejam submetidos a backup e possam ser restaurados rapidamente após uma interrupção.

Ter a capacidade de restaurar dados é um passo importante para a continuidade dos negócios, mas não o único. Uma organização também deve ter uma compreensão de seus riscos de continuidade de negócios, estratégias que são projetadas para minimizar riscos e um plano de continuidade de negócios, conforme observado acima.

Dada a proximidade que o BC e o DR estão relacionados, as organizações geralmente os combinam em um único plano de continuidade de negócio + recuperação de desastres contemplando a recuperação da operação do negócio.

Continuidade de negócio + Recuperação de desastres

É importante notar que simplesmente ter uma solução de recuperação de desastres em vigor não garante que a empresa seja capaz de alcançar a continuidade do negócio.

É crucial garantir que a solução de recuperação de desastre atenda aos requisitos de um determinado plano de continuidade de negócios. Para fazer isso, a empresa deve:

  • Identificar as necessidades de RTO e RPO e garantir que sua solução de recuperação consiga atender.
  • Programar e executar testes periódicos para garantir que a solução de recuperação de desastre tenha o desempenho esperado.
  • Avaliar e ajustar a estratégia de recuperação de maneira contínua à medida que a empresa evolui, tanto em TI quanto em negócio. Se houver mais dados para armazenar, será que a plataforma de recuperação ainda será capaz de atingir as metas de RTO? Se foi adicionado um novo tipo de sistema operacional à infraestrutura, a solução de recuperação de desastre será compatível?
  • Integrar a solução de recuperação de desastre ao plano de continuidade de negócios. Quando ocorre um desastre, quem é responsável pela restauração de dados usando a solução de recuperação de desastre? Um tipo de dado deve ser restaurado com prioridade a outro? São exemplos de perguntas que devem ser respondidas no plano de continuidade de negócios.

Conclusão

A continuidade dos negócios e a recuperação de desastres são conceitos essenciais para proteger uma organização contra interrupções que possam impedir sua capacidade de permanecer nos negócios. No entanto, implementar uma dessas soluções sem a outra não é suficiente para proteger uma empresa contra riscos.

A recuperação de desastres serve como base para um plano de continuidade de negócios eficaz, que também inclui estratégias para abordar outras necessidades que não fazem parte da recuperação de desastres.

Um serviço de backup gerenciado como o implantado por nós, adiciona flexibilidade e escalabilidade ao seu plano de recuperação de desastre, faça contato conosco.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será divulgado.