Cartucho ou tanque de tinta?

Cartucho ou tanque de tinta?

Em maio desse ano publicamos um roteiro sobre como escolher a impressora ideal (Guia sobre como escolher a impressora ideal (Parte 1)), na publicação de hoje vamos aprofundar na comparação de equipamentos (impressoras e multifuncionais) jato de tinta, munidos de cartuchos ou tanque/reservatório de tinta.

Equipamentos jato de tinta coloridos ainda são muito utilizados em residências e pequenos escritórios, principalmente devido ao baixo custo quando comparados a similares na tecnologia laser. Por isso a necessidade de um post sobre eles.

História e tecnologia jato de tinta

Datada do final dos anos 70, o primeiro modelo imprimia apenas na cor preta e tinha uma precisão muito baixa. Foi apenas em 1984-1985 que HP e Canon lançaram modelos que funcionavam bem e entregavam qualidade, a primeira com a tecnologia Thinkjet (mais tarde substituída pela Deskjet ou Inkjet) e a segunda com a Bubble Jet.

Bubble Jet

Criada pela Canon, a tecnologia de jatos de bolha consiste em aquecer a tinta formando pequenas bolhas de ar que por sua vez criarão gotículas que serão impressas (ou espirradas como um jato) no papel. Toda essa tecnologia fica presente na cabeça de impressão dos cartuchos, tornando-os um pouco mais caros. Devido ao aquecimento, sofrem desgaste com o tempo e precisam ser substituídos. Por isso a recarga ou recondicionamento de cartuchos, não funciona, normalmente as cabeças de impressão queimam. As tecnologias Thinkjet, Deskjet e Inket utilizam o mesmo princípio.

Piezoelétrico

Foi desenvolvida pela Epson, a diferença de uma maneira simples é que a cabeça de impressão fica localizada na impressora, isso torna o custo do cartucho mais baixo, porém a impressora é mais suscetível a defeitos.

Sistema de tanque de tinta

Inicialmente, sistemas de tanque de tinta eram caseiros ou paralelos, os fabricantes não forneciam, garantiam ou recomendavam o uso desse sistema. Tratavam-se de adaptações criadas para combater o alto preço dos cartuchos. Aconteceu que as grandes marcas começaram a baixar os preços dos cartuchos e finalmente (parabéns a Epson como pioneira) a fornecer impressoras e multifuncionais já com os tanques de fábrica.

Apesar de ter um custo de aquisição maior em relação a um equipamento jato de tinta, um produto similar com o reservatório de tinta pode ser até 95% mais econômico que o equivalente com cartuchos, tornando-a um melhor investimento do ponto de vista financeiro, ambiental (é mais sustentável), e prático no dia-a-dia (quem já não ficou na mão com a impressora sem tinta e sem cartuchos novos para reposição?).

Conclusão

Para uma residência ou pequeno escritório com impressão acima de 30 páginas mensais, recomenda-se a escolha de um equipamento com reservatório de tinta. Tenha certeza que o investimento se pagará em um ano de uso quando comparado a um similar com cartuchos de tinta.

A escolha ideal é para equipamentos da marca Epson, tem baixa incidência de defeitos e é tradicional na tecnologia, as multifuncionais color Ecotank L380 e L395 são boas sugestões que inclusive já vimos em funcionamento em nossos clientes.

Referências

  1. E. Morimoto, Carlos. Impressora Jato de Tinta – Definição de Impressora Jato de Tinta – Hardware.com.br. Acessado em 20/11/2017.
  2. Entenda como funciona uma impressora tanque de tinta com esse infográfico – TecMundo. Acessado em 20/11/2017.
  3. Impressora jato de tinta – Wikipédia. Acessado em 20/11/2017.
  4. Sistema contínuo de tintas – Wikipédia. Acessado em 20/11/2017.

Comentários (2)

  • celio garcia Reply

    estou em duvida se compro una impressora de uso de cartucho ou uma sistema de tamques.
    queria saber as cantagem e a desvantagem em relaçao uma e outra.
    a minha e de cartucho e da pau.
    com queima de cartucho.
    sistema de eletronico da muito problema.
    queria fazer essa troca mas porem segura pra não desperdiçar dinheiro e calsar aborrecimento.
    por favor me da uma luz.
    obrigado.SÃO CARLOS SÃO PAULO.

    29 de julho de 2018 at 15:50
    • HF Tecnologia Reply

      Olá Celio.

      Sobre os recursos e qualidade de impressão/digitalização há modelos equivalentes tanto com cartucho/toner, quanto tanque de tinta, a principal diferença está no custo de suprimentos e aquisição:

      – Uma multifuncional de cartucho básica com WiFi custa em média R$300,00, cada cartucho aproximadamente sai por R$50,00 e imprime em torno de 100 páginas, custo de suprimento: R$0,50 por página.
      – Uma multifuncional com tanque de tinta básica com WiFi custa em média R$900,00, cada refil aproximadamente sai por R$100,00 e imprime em torno de 4000 páginas, custo de suprimento: R$0,025 por página.

      Se você imprime mais de 50 páginas por mês, já vale a pena um equipamento com tanque de tinta.

      Também temos um artigo para ajudar como escolher uma impressora: “Guia sobre como escolher a impressora ideal“.

      Atenciosamente,
      Equipe HF Tecnologia

      30 de julho de 2018 at 08:29

Deixe um comentário

Seu e-mail não será divulgado.